28/03/2018

Todo empreendimento, seja do tamanho que for, visa sempre o crescimento e o desenvolvimento de suas atividades.

Ao pensar em lançar um e-commerce, a empresa está dando um importante salto na direção correta. Mas é preciso se atentar às exigências do mercado para que a loja pise sempre em chão firme, sabendo o que está fazendo.

Os desafios são reais e estão sempre se impondo. Cabe ao empreendedor saber contornar as dificuldades, levando aprendizado a partir delas e usando isso a seu favor.

Hoje, nós vamos falar sobre os principais desafios de lançar um e-commerce para que você esteja preparado para o que vem pela frente.

 

Por que lançar um e-commerce? 

As lojas físicas são bons pontos de venda, principalmente as que ficam nas regiões mais movimentadas como os grandes centros comerciais.

Porém, até mesmo estas ainda buscam o crescimento para poder atender cada vez mais consumidores.

Uma das melhores alternativas para expandir o negócio é a inauguração de um e-commerce, uma loja virtual.

É na internet que transações de todos os tipos se concentram, fazendo dela um dos melhores canais para promover produtos ou serviços.

Criando um e-commerce para sua loja, você alcança potenciais clientes em todo o Brasil e no mundo.

Como tudo na vida, existem desafios e dificuldades. Vamos falar sobre os principais a seguir.

 

Criação do e-commerce 

O primeiro desafio diz respeito à criação da loja virtual em si. Essa dificuldade existe principalmente para os leigos, que nunca criaram um site ou não têm ideia de como se faz isso.

Primeiramente, é preciso cuidar de todas as questões estruturais do e-commerce, como o site em si, redes sociais, mix de produtos que será apresentado, fotos e descrição desses produtos, entre outras coisas.

Felizmente, você já pode contratar uma empresa especializada para te auxiliar com tudo isso, bastando que você dê a orientação de como já funciona o seu negócio. A partir daí o seu parceiro vai montar um e-commerce que atenda a sua necessidade e que converse com a já existente imagem da empresa.

Leia aqui nosso artigo: tudo que você precisa saber antes de criar um site para sua empresa.

 

Gerenciamento de operações 

O segundo desafio será gerenciar as operações da sua loja virtual. Lançar um e-commerce não significa que você só precisa colocar o site e deixar ele lá, vendendo sozinho.

Você terá que gerenciar o estoque, expedição, compra de mercadorias, promoções, política de trocas, entre outras diversas rotinas.

Praticamente, você estará abrindo uma filial da sua empresa na internet, que vai operar como se fosse outra loja. Então todas as rotinas que você já tem em sua loja física, serão duplicadas para o seu e-commerce de alguma maneira.

Você não vai precisar apresentar uma vitrine ou prateleiras com produtos, mas vai precisar disponibilizar fotos, descrição e características de cada um.

 

Captação de novos clientes (h3)

A divulgação na internet é feita de forma diferenciada. Em lojas físicas, você pode pagar anúncios dos mais variados meios (inclusive na própria internet). Porém, ao lançar um e-commerce, há outra opção bem mais rentável: o marketing digital.

Assim como uma loja física, site nenhum vai vender sem visitantes e são inúmeras as estratégias para atrair, converter, relacionar e transformar os visitantes do seu site em clientes da sua empresa.

As estratégias mais eficazes para alavancar as vendas em seu E-commerce são:

Construção da base de proscpects 

É preciso ter em mente quem nem todo mundo que visitou a sua loja está em um momento propício para a compra. Mas se estão visitando o seu site diversas vezes, esse é um forte indício de que são clientes potenciais no futuro. Por isso é muito importante adotar estratégias também para nutrir, educar e conduzir o seu prospect até o momento de compra.

 

Plano de custos e investimentos 

Lançar uma loja virtual é a mesma coisa que lançar uma filial da sua empresa. É preciso estruturar um plano de negócios para saber se o projeto será viável e colocar no papel todos os custos que envolvem a gestão desta nova loja, além de planejar o investimento da divulgação do seu site. Aparecer na internet de forma eficiente tem custos e é importante lembrar que o resultado de sua campanha será diretamente proporcional ao alcance da sua estratégia, que por sua vez está relacionada às vendas do seu E-commerce. E isso se resume em investimento, tanto em links patrocinados como em profissionais qualificados para gerir as campanhas.

 

Cálculo do CMV: 

Muitos empresários ao fazer o planejamento financeiro de sua loja virtual, acabam calculando o mesmo CMV (custo sobre mercadoria vendida) dos produtos da loja física. O que na maioria das vezes é um equívoco já que para operar uma loja virtual, não há custos com aluguel.

Relacionar no CMV somente os custos de operação da loja virtual irá revelar uma margem interessante, que pode ser trabalhada em campanhas promocionais que são tão importantes para o impulsionamento das vendas no varejo online.

Por outro lado, frete, embalagem, links patrocinados e consultorias em marketing digital são custos exclusivos dos e-commerces que precisam constar no CMV do produto vendido online.

Acompanhar estes números também será importante para mensurar o retorno sobre o investimento em estratégias de divulgação e a rentabilidade de sua loja virtual.

 

Relacionamento com clientes pós venda 

Não é necessário apenas atrair novos clientes e esperar que isso seja o suficiente para manter a sua loja virtual. Depois de criar um e-commerce, você deve se preocupar bastante com o pós-venda.

Quanto mais atenção você der ao seu cliente, mais ele se sentirá próximo da sua marca. Por exemplo: você pode enviar um e-mail perguntando o que ele achou do produto, convidando-o a postar um comentário na página do mesmo.

Ou ainda, enviar cupons de desconto periodicamente, incentivando uma nova compra. As possibilidades são infinitas e, se você souber trabalhar bem o pós-venda, terá sempre a rotatividade de vendas novas entre clientes antigos.

Fora isso, uma dica importantíssima é: estude!

Você pode saber tudo sobre gerenciamento de lojas físicas, mas a partir do momento que decidiu lançar o seu e-commerce, está se aventurando em território novo.

Por isso, pesquise, leia, veja vídeos, entre em listas de e-mails, tudo o que puder ajudar a construir o seu conhecimento a fim de melhorar o trabalho que você faz na internet.

Mas tome cuidado ao achar que pode dar conta de tudo sozinho. A contratação de um especialista costuma ser fundamental para o sucesso de estratégias digitais.

Aqui na Converte temos bastante experiencia na gestão de lançamento de lojas virtuais. Desde a criação e desenvolvimento do site até a execução de estratégias para gerar fluxo e aumentar as taxas de conversão.

https://www.facebook.com/ConverteDigital/

https://www.instagram.com/convertemktdigital/

Receba dicas para otimizar o marketing digital da sua empresa CLIQUE AQUI

Conheça nossas soluções: www.convertedigital.com.br

Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Estácio de Sá - Juiz de Fora (2010) MBA em Marketing Digital pelo Instituto Infnet, Rio de Janeiro (2014) Fundador e administrador da Universo Slackline primeiro e-commerce especializado em equipamentos para Slackline do Brasil. Consultor de Planejamento em Marketing Digital. Apaixonado pelas transformações que o ambiente digital e as novas tecnologias trazem para o cotidiano das pessoas.

Share this post? Twitter Facebook Linkedin
About author
Pietro Barreto

Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Estácio de Sá - Juiz de Fora (2010) MBA em Marketing Digital pelo Instituto Infnet, Rio de Janeiro (2014) Fundador e administrador da Universo Slackline primeiro e-commerce especializado em equipamentos para Slackline do Brasil. Consultor de Planejamento em Marketing Digital. Apaixonado pelas transformações que o ambiente digital e as novas tecnologias trazem para o cotidiano das pessoas.