6 motivos para NÃO PARTICIPAR da Black Friday.

A Black Friday, que acontece amanhã, vem ganhando cada vez mais força no Brasil.

Para não “ficar pra trás, muitas empresas acabam participando de qualquer maneira e correndo sérios riscos à imagem da marca e também à saúde financeira.

Resolvemos fazer diferente e listar aqui alguns motivos para NÃO PARTICIPAR DA BLACK FRIDAY.

 

01 – É MAIS DIFÍCIL SE DESTACAR

Durante a Black Friday, há uma saturação de anúncios e ofertas.

Em meio a tanta informação, pode ser mais complicado para sua empresa conseguir se destacar, principalmente se a oferta não for tão vantajosa.

 

02 – É MAIS CARO PARA ANUNCIAR

Facebook, Instagram e Google classificam a distribuição de anúncios através de leilão.

Em um período em que a quantidade de anunciantes se multiplica, é natural que os custos de anúncios sejam bem mais altos que o normal.

 

03 – RISCO DE VENDER SEM QUALIDADE

Promoção sem planejamento pode gerar prejuízos em dois casos:

  • Empresas que vendem menos do que o esperado e não conseguem volume suficiente para gerar lucro.
  • Empresas que não calculam bem os descontos, vendem mais do que o esperado, e também não conseguem obter lucro.

 

04 – DAR DESCONTO PARA QUEM JÁ IRIA COMPRAR

Para não deixar de participar da data, muitas empresas criam ofertas, mas não investem o suficiente na divulgação delas.

A maioria opta por divulgação orgânica em seu site e redes sociais.

Um cliente “desavisado” entra para fazer a compra, descobre o desconto e acaba levando mais barato algo que já iria comprar, mesmo com o preço normal.

 

05 – INVESTIR MAIS E NÃO VENDER BEM

Muitas empresas decidem “aproveitar” o momento para investir um pouco mais do que estão acostumadas.

Porém, seja por falta de planejamento, seja por custos mais elevados, por não trabalhar corretamente a distribuição dos anúncios ou não terem ofertas relevantes o suficiente, acabam vendendo bem menos que o esperado. Aí, somado o investimento mal feito ao valor mais baixo da mercadoria vendida, fica muito mais difícil de gerar ROI (retorno sobre investimento) sobre as vendas feitas nesta época.

 

06 – RISCO DE QUEIMAR A MARCA

Isto pode acontecer em dois casos:

  • Se a demanda for muito maior do que o esperado e os clientes tiverem alguma experiência de compra ruim;
  • Se a oferta não for explícita e de alguma forma enganar o consumidor.

 

Em ambos os casos pode ser a última vez que esta pessoa irá comprar com sua empresa.

 

Não estamos dizendo que a Black Friday não seja uma boa oportunidade para gerar vendas, somente que todos estes riscos precisam ser levados em conta para que se extraia o melhor resultado sobre a performance das campanhas.

 

DICAS PARA QUEM QUER TER BONS RESULTADOS NO PERÍODO DA BLACK FRIDAY:

 

01 – Planeje suas ofertas com antecedência.

Calcule bem as ofertas, opte por produtos que precisam de giro, ou que geram maior lucro quando vendidos em escala.

Crie ofertas relevantes, que estimulem a compra em maior escala.

 

02 – Trabalhe bem o período que antecede a Black Friday.

Os anúncios estarão mais baratos, é o melhor momento para gerar audiência, despertar interesse e captar leads.

 

03 – Trabalhe a sua base de clientes.

É muito mais fácil (e barato) vender para quem já é seu cliente do que captar um cliente novo no meio da Black Friday.

 

04 – Planeje seu investimento em mídia.

Sabendo que os custos estarão mais elevados, é preciso ser assertivo quanto à disponibilidade de verba, e eficiente na distribuição dos anúncios.

 

Amanhã já é Black Friday. Como sua empresa vai encarar o período?

Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Estácio de Sá - Juiz de Fora (2010) MBA em Marketing Digital pelo Instituto Infnet, Rio de Janeiro (2014) Fundador e administrador da Universo Slackline primeiro e-commerce especializado em equipamentos para Slackline do Brasil. Consultor de Planejamento em Marketing Digital. Apaixonado pelas transformações que o ambiente digital e as novas tecnologias trazem para o cotidiano das pessoas.